Você não está logado
Log in
Registrar
Boas vindas

OI, SOU   WELFARE JOELE PINTO . ADMINISTRADOR E WEB MASTER deste site de Genealogia

Este trabalho de pesquisa e genealogia tem como objetivos: Identificar, Resgatar e Preservar a historia de  NOSSAS FAMILIAS. 

Nossa GESTÃO é de participação ativa com os membros. Usamos tecnologia de ponta e segurança para compartilhar fotos, documentos e informações familiares.  Após sua visita agradecemos se voce nos enviar seus comentarios, sugestões e criticas. Favor clicar  AQUI  para entrar em contato.

Nasci em Passos-MG e minha descendencia por parte de mãe é de imigrantes Ítalo-Albanes -  Cavalerizzo/Serzeto/Calabria e Rovere Veronese/Verona, (Joele, Bicego, Melicchio, La Pietra, Soriano, Capareli, Zambelli,Vinco Di Benigno)  e, por parte de pai (Stockler, Maia, Miranda, Bueno, Pinto), Alemães e Portugueses:Passa Quatro-MG, Lambari-MG. Veja o Vídeo no YouTube

A nossa árvore genealógica está publicada online neste site! Existem 7897 nomes no nosso site de família. O primeiro evento é o nascimento de JERONIMO DA VEIGA (1581). O evento mais recente é o nascimento de <Privado> SOARES MAIA SILVA DE SIMONI (25 de Ago de 2014). 

O site foi atualizado em 2 de Set de 2014

Temos atualmente381 membro(s) registrados. Se você deseja se tornar um membro também, por favor clique aqui.  


Aproveite!


Ir para a árvore genealógica
Notícias da família
Hoje
Um membro do site alterou detalhes de <Privado> MAIA DA COSTA LEMOS (Sol. MAIA LEMOS) na árvore genealógica wel25062014
Ontem
Um membro do site publicou uma nova versão da árvore genealógica wel25062014 do Family Tree Builder
Ago 31, 2014
Um membro do site publicou uma nova versão da árvore genealógica wel25062014 do Family Tree Builder
Ago 26, 2014
Um membro do site publicou uma nova versão da árvore genealógica wel25062014 do Family Tree Builder
Um membro do site alterou detalhes de ANA SILVERIA DA SILVEIRA FERNANDES (Sol. DE SOUZA) , Mecia Furquim da Luz (Sol. Vaz Pedroso) e <Privado> SOARES MAIA SILVA DE SIMONI na árvore genealógica wel25062014
Ago 25, 2014
Um membro do site publicou uma nova versão da árvore genealógica wel25062014 do Family Tree Builder
 
Visualizar notícias anteriores
Artigos de notícias
Memórias de famílias:ANTONIO FERREIRA DE MEDEIROS (CAPITÃO)
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 21:23

ANTONIO FERREIRA DE MEDEIROS (Capitão Antonio)

Avós paternos: Maria do Rosário de Medeiros e Antonio Jorge Ferreira
Avós maternos: Matteos Luis Ferreira e Maria do O' dos Santos
Pais: Manoel Jorge de Medeiros e Maria Luiza Ferreira da Conceição
Vida: *Jacui ou São Sebastião da Ventania (hoje Alpinópolis) , aprox.1798
Falecimento Passos , 14/09/1872
Conjuge- Maria do Rosario Alves (de Moura)
Filhos Maria Luiza , Maria das Dores , Joaquim Alves , Anna Ritta de Jesus , Escolastica , Misael , Jose, Domingos
Conjuge - Lucia Fausta de Souza Osorio
Filhos Rita , Gertrudes , Maria Francisca , Jose , Valeria,Isabel,Francisca
Conjuge- Laura Cassianna do Carmo
Filhos Manoel,Hipolita,Manoel , Antonio , Maria , Francisco , Cassiano , Hyppolita, Maria , Carlos , Hypolita
O Capitão Antonio Ferreira de Medeiros é o Patriarca dos Medeiros de Passos , Minas Ge...

0 Comentários|156 Visitas|Ver artigo integral
Notícias locais:AS MAIS ANTIGAS FAZENDAS DE PASSOS
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 21:17

AS MAIS ANTIGAS FAZENDAS DE PASSOS

Subsídios para a História Regional de Passos - Sul de Minas Gerais,Brasil
Artigo de Decio Martins de Medeiros publicado no numero 4 do E-Journal of Genealogy:
http://web.archive.org/web/20010312172454/http://orbita.starmedia.com/~gentree/index.html

A História da região de Passos, ao sul de Minas Gerais, de 1790 a 1836, testemunhada pelas fazendas que vieram a fazer parte de seu território:
Em 8 de julho de 1790, na Fazenda do Ribeirão das Nymphas, de propriedade do Capitão Manoel Cardoso Osório, na época pertencente ao distrito da freguesia de Jacui, o padre José de Freitas e Silva celebrou o casamento do imigrante açoriano Manoel Jorge de Medeiros, nascido na ilha de Faial, com Maria Luiza Ferreira da Conceição de Jesus, natura...

0 Comentários|130 Visitas|Ver artigo integral
Memórias de famílias:MANOEL FERREIRA CARDOSO OSORIO
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:41

Gráfico Ahnentafel para MANOEL FERREIRA CARDOSO OSORIO


Primeira Geração

1. Manoel Ferreira Cardoso Osorio.

Manoel casou-se com Ana do Carmo Lemos, filha de Manoel José Lemos filho e Maria do Carmo Ferreira.

Segunda Geração

2. Manoel Cardoso Ozorio Filho nasceu estimado 1785. Ele faleceu estimado 1856 em Passos, MG. Manoel casou-se com Maria Camila Ferreira.

3. Maria Camila Ferreira nasceu estimado 1796. Ela faleceu estimado 1858 em Passos, MG.

Terceira Geração

4. Capitão Manoel Cardoso Ozorio nasceu em Arraial de São José do Rio das Mortes (S.José del Rey/Tiradentes), MG e foi batizado em 20 agôsto 1753 em Lage, São José del Rei. Ele faleceu em 27 janeiro 1828 em Fazenda Ninfas, Passos, MG. Manoel casou-se com Arcângela Xavier Furquim em 18 janeiro 1778 em Arraial de N.S. da Conceição de Jacui, MG.

5. Arcângela Xavier Furquim foi batizada em 26 janeiro 1755 em Matriz de Santo Antonio, Campanha do Rio Verde, Bispado de Mariana, MG . Ela faleceu entre 1810 e 1823.

Quarta Geração

8. Capitão Luis Cardoso Osorio faleceu em 1780 em Fazenda Bom Retiro do Rio do Peixe, na Aplicação da Capela de N.S. da Penha de França da Lage (termo de S. José del Rey). Ele casou-se com Francisca Gonçalves Branca ant1750.

9. Francisca Gonçalves Branca faleceu entre 1780 e 1792.

10. Francisco do Rego Barros nasceu entre 1715 e 1725 em Aiuruoca, MG. Ele faleceu em 12 setembro 1795 em Jacuy, MG. Francisco casou-se com Mathildes Alvarez Jacintha a velha antes 1752 em prov. Campanha.

11. Mathildes Alvarez Jacintha a velha nasceu em Guaratinguetá, SP. Ela faleceu em 30 janeiro 1778 em Arraial de N.Sra da Conceição de Jacui, MG.

Quinta Geração

16. Manoel Gonçalves Dias nasceu em freguesia de Santiago de Sande concelho de Unhão Arc. de Braga. Ele casou-se com Feliciana Cardosa de Andrade.

17. Feliciana Cardosa de Andrade nasceu em freguesia de Santiago de Sande concelho de Unhão Arc. de Braga.
18. Antonio Gonçalves dos Anjos nasceu em Freguesia de N.Sra do Rosário, Barroso, termo de Monte Alegre, ou seria Santa Marinha de Covelães, Termo de Montalegre. Ele faleceu testamento aberto aos 12-04-1788 em Capela de Madre de Deus. Antonio casou-se com Maria Ramos.

19. Maria Ramos nasceu em Baependi. Ela faleceu testam 31/03/1797 fazenda Barreiras.

20. Sargento-Mor Francisco do Rego Barros nasceu Est 1686 ou 1696 em Igreja de Santo Amaro, Pernambuco. Ele faleceu estimado 1748 em Aiuruoca, MG. Francisco casou-se com Arcângela Xavier Furquim da Luz (ou Furquim Xavier Pedroso) cerca abr 1713 em Villa Rica de Nossa Senhora do Pillar do Ouro Preto.

21. Arcângela Xavier Furquim da Luz (ou Furquim Xavier Pedroso) nasceu estimado 1704 em Villa de Parnaiba, São Paulo. Ela faleceu entre 1747 e 1748 em Aiuruoca, MG.

22. Capitão Domingos Alvares Ferreira Filho nasceu em Vila de Taubaté. Ele faleceu entre 1733 e 1761. Domingos casou-se com Thomazia Pedroso da Silveira em Taubaté.

23. Thomazia Pedroso da Silveira nasceu em Vila de Taubaté. Ela faleceu antes 1780.

0 Comentários|1117 Visitas|Ver artigo integral
Memórias de famílias:MANOEL DA COSTA VALLE
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:36


PROJETO COMPARTILHAR
Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

MANOEL DA COSTA VALLE
Aportes à Genealogia Paulistana
SL. 3º, 50, 4-3 Maria do Rosario Pedroso, casada com Manoel da Costa.
(atualizado em 30-maio-2010)
Colaboração de: Moacyr Urbano Villela
Manoel da Costa Valle, natural da freguesia de Balazar Arc. de Braga, filho de Antonio da Costa e Maria Martins. Casou com Maria do Rosario Pedrosa de Moraes, natural de Guaratinguetá-SP e foram povoadores de Lavras do Funil, onde tiveram ao menos, q.d:
1- Maria Francisca de Moraes, natural de Lavras do Funil, em 1775 requereu dispensa do “Impedimento em 3º grau de consanguinidade misto com segundo” para casar,como casou aos 29-11-1777 em Carrancas-MG, com Domingos de Bastos Antunes, natural de Guaratinguetá-SP, filho de Maria Barbosa de Lima e Antonio de Bastos Antunes.
Igreja Sant'Ana (Lavras, Mi...

0 Comentários|338 Visitas|Ver artigo integral
Notícias locais:REGISTRO DE TERRAS - PASSOS - 1854/1857
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:34

Registro de Terras na Vila da Freguesia da Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Passos
Comarca do Sapucai , Provincia de Minas Gerais.
Livro aberto em 26 de dezembro de 1854 e encerrado em 22 de outubro de 1857
pelo Vigario Francisco de Assis Pinheiro de Ulhôa Cintra
Este documento está no Arquivo Publico Mineiro (de Belo Horizonte) sob o códice TP 150 rolo 12 gaveta E-1.

Numero de Registro Proprietário Pagina
53 Albino Pereira da Costa 2
114 Alexandre José de Carvalho 71
104 Anna ; Joanna ; Joaquim e Francisco (incapazes , orfãos de Joanna Rodrigues do Espirito Santo) 66
135 Antonia Maria Eufrazia 81
174 Antonio , João , Maria e Anna (orfãos de José Rodrigues de Souza) 102
89 Antonio Basilio da Silveira 56
39 Antonio Bernardes Ferreira 25
48 Antonio Bruno da Silveira 31
49 Antonio Caetano Machado 31
06 Antonio da Silva Pereira 5
167 Antonio da Silva Queiroz 98
81 Antonio da Silveira de Toledo 53
82 Antonio da Silveira de Toledo 53
120 Antonio dos Reis de Moraes 74
71 Antonio Felizardo Vieira 46
170 Antonio Ferreira de Medeiros 99
112 Antonio Ferreira Pinto 70
109 Antonio Francisco da Silva 68
61 Antonio Joaquim Barbosa 38
182 Antonio José de Carvalho 107
75 Antonio Julio da Silva (e irmãos,orfãos de Candido Julio da Silva e Maria Nazareth da Incarnação) 50
24 Antonio Julio da Silveira 15
83 Antonio Julio Lemos 54
84 Antonio Julio Lemos 54
74 Antonio Justino da Silva 49
18 Antonio Luiz Gonçalves 12
168 Antonio Luiz Pereira 98
110 Antonio Vicente Ferreira 68
88 Antonio Vicente Ramos Barbosa 56
55 Antonio Vieira da Cruz 34
59 Antonio Vogado da Costa 37
34 Bento da Silva Borges 22
162 Bento José de Oliveira 95
143 Bernardino da Silva Borges 85
146 Bibianna Francisca de Jesus 87
47 Camillo Antonio Pereira de Carvalho 30
32 Cassiano Francisco da Silva 21
33 Cassiano José Lemos 22
125 Cassiano Torquato da Silveira 76
173 Claudino Antonio de Menezes 102
79 Claudino Ferreira da Costa 52
111 Domiciano Camillo da Silveira 69
94 Domingos Dias Pinto 59
172 Domingos Vieira de Souza 101
118 Feliciano Ferreira Telles 73
14 Feliciano Martins Pereira 9
122 Feliciano Martins Pereira 75
38 Feliciano Mathilde de Assis 25
132 Felisbina Constança de S. José 79
117 Felisbina Maria Jacintha 72
26 Firmiano José de Castilho 17
85 Flavia Cassiana do Carmo 54
86 Flavia Cassiana do Carmo 54
106 Floriano Pereira Fialho 67
60 Francisco Alves de Souza 38
87 Francisco Antonio Barbosa 55
121 Francisco Antunes de Araujo 74
99 Francisco das Chagas Ribeiro 62
123 Francisco de Assis Pereira 75
165 Francisco Joaquim de Azevedo 97
95 Francisco Leonel da Silveira 60
30 Francisco Lopes de Siqueira 19
164 Francisco Martins do Carmo 96
76 Francisco Nunes da Costa 50
52 Hipolyto Cassiano de Barros 33
62 Hipolyto Cassiano do Carmo 39
72 Hipolyto da Silva Aleixo 46
199 Hygino Rodrigues de Amorim 114
133 Isaac Ribeiro da Silva 80
90 Isabel Prudencia do Carmo 57
180 Isaias da Silva Borges 106
155 Jeronymo Martins do Carmo 91
186 Jeronymo Pereira de Mello e Souza 108
98 João Alves dos Santos 62
191 João Baptista Carvalhaes 111
184 João Candido de Mello e Souza 101
05 João Custodio dos Santos 4
91 João Evangelista da Silveira 57
97 João Evangelista de Souza 61
66 João Francisco Bueno 41
30 João Francisco Passos 19
20 João José Lemos 13
58 João Luiz Pereira 36
08 João Machado Jorge 6
29 João Nepomuceno de Souza 19
138 João Pereira da Fonseca 82
02 João Pimenta de Abreu 2
102 Joaquim da Silva Borges 63
195 Joaquim da Silva Queiroz 113
152 Joaquim Dias Flausino 89
198 Joaquim Dias Flausino 114
193 Joaquim Ferreira Carvalhaes 112
59 Joaquim José de Sant'Anna 37
23 Joaquim José Lemos 15
105 Joaquim Leandro de Araujo 66
09 Joaquim Pedro Ferreira da Silva 7
30 Joaquim Soares Bicudo 19
179 José Antonio Borges 105
134 José Antonio de Castilho 80
137 José Benicio da Fonseca 82
159 José Bento da Silva 93
107 José Bernardes Monteiro 67
73 José Caetano Machado 47
17 José Correa de Souza 12
36 José Corrêa Tristão 24
115 José de Mendonça Coelho 71
197 José e Antonio (orfãos de Miguel Dias da Fonseca) 114
194 José Ferreira Carvalhaes 112
56 José Ferreira de Carvalho 35
51 José Ferreira de Souza 32
113 José Ferreira Lopes 70
116 José Francisco Leonel 72
37 José Gomes da Silva 24
196 José Gomes dos Santos 113
35 José Ignacio de Andrade 23
57 José Joaquim de Jesus 36
44 José Joaquim Ferreira 28
27 José Joaquim Gomes Renovato 18
50 José Joaquim Lemos 32
42 José Joaquim Mendes 27
15 José Julio Fernandes 11
25 José Leite de Araujo 16
30 José Lizardo dos Reis 19
145 José Lopes da Silva 86
140 José Lopes de Freitas 84
19 José Lourenço Nunes 12
108 José Luiz de Medeiros 68
126 José Maria da Silva 76
124 José Mariano de Souza 76
100 José Marques Annes 62
163 José Pereira de Oliveira 94
45 José Pimenta de Abreu 29
03 José Pinto da Cunha 3
136 José Quintiliano Domingues 82
96 José Teixeira de Carvalho 60
131 José Theodoro Ferreira 79
70 José Thomaz de Carvalho 45
92 José Venâncio da Silveira 58
59 José Vogado da Costa 37
40 Juventino de Assis Pereira 26
190 Laurianna Rosa Victoria 110
161 Lourenço Alves de Toledo 95
185 Luciano Pereira de Mello e Souza 108
68 Lucio Martins Pereira 42
31 Luiz dos Santos Pereira 20
171 Luiz Xavier da Rosa 100
103 Manoel Alves do Nascimento 66
181 Manoel Antonio de Souza 105
65 Manoel Caetano de Barros 41
01 Manoel Cardoso Osorio 1
144 Manoel de Paula Ribeiro 86
64 Manoel de Souza Vieira 40
77 Manoel Feliciano Pereira 51
59 Manoel Fernandes de Moraes 37
160 Manoel Ferreira de Souza 94
183 Manoel Ferreira de Souza 107
80 Manoel Ferreira dos Santos 52
13 Manoel Francisco da Silva 9
69 Manoel José de Paula 43
46 Manoel José de Toledo 29
22 Manoel José Lemos 14
12 Manoel José Pimenta 8
78 Manoel Leonel da Silveira 51
139 Manoel Lopes da Trindade 83
178 Manoel Martiniano de Andrade 104
150 Manoel Martins da Silva 88
141 Manoel Martins de Araujo 84
176 Manoel Nunes de Faria 103
151 Manoel Pereira da Fonseca 89
07 Manoel Pereira dos Santos 6
187 Manoel Pinto dos Reis 109
200 Manoel Teixeira Duarte 115
59 Manoel Vogado da Costa 37
63 Manoel Vogado da Costa 40
129 Maria da Silva 76
67 Maria Ferreira de Almeida 42
189 Maria Florisbella 110
128 Maria Generosa Pereira 77
166 Maria Perpetua de S. José 97
11 Mariano Alves de Moraes 8
156 Martinho Ferreira de Figueiredo 92
188 Miquelina Rainha de Portugal 109
16 Narciza Prudencia do Carmo 11
30 Nicezio Lopes de Siqueira 19
54 Paulo Francisco do Prado 34
41 Pedro de Souza Vieira 27
148 Pedro Dias de Oliveira 88
149 Pedro Dias de Oliveira 88
21 Pedro José de Alcantara Padua 13
127 Polydoro Vaz Tostes 77
154 Quintiliano Domingos da Silva 91
147 Quirino José dos Reis 87
169 Raymundo Nato Brasileiro 99
157 Ricardo Alves de Toledo 92
28 Rita de Cassia Osorio 18
43 Rita Maria de Jesus 28
130 Sabina Francisca de Jesus 78
10 Sebastiana Maria 8
119 Seraphim Porfirio de Mendonça 73
04 Silverio da Silva Maia 3
93 Silverio Rodrigues de Amorim 58
101 Silvio Antonio Tavares 63
175 Thimoteo Rodrigues de Souza 103
142 Urias Antonio da Silveira 84
158 Valerio José da Costa 93
192 Vicente Ferreira Carvalhaes 111
177 Vicente José de Souza 104
153 Victorino José da Costa 90
Volta para a pagina de Passos
Um importante subsídio histórico compilado a partir destes registros é a relação de “AS MAIS ANTIGAS FAZENDAS DE PASSOS” conforme artigo publicado no numero 4 do E-Journal of Genealogy , disponível na internet no site
http://web.archive.org/web/20010312172454/http://orbita.starmedia.com/~gentree/index.html
ou no site: http://www.geocities.com/Athens/7452/passosfazendasantigas.html

Um importante subsídio genealógico compilado a partir destes registros é a relação de parentescos que houveram em Passos, Minas Gerais, na primeira metade do século XIX e que está disponível no site: http://www.geocities.com/Athens/7452/passossubsidios.html
Última atualização 22/07/2000
Por Decio Martins de Medeiros
Correio eletrônico: deciomedeiros@yahoo.com.br

0 Comentários|455 Visitas|Ver artigo integral
Notícias locais:RELAÇÃO DOS HABITANTES DE PASSOS 1831
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:24


PROJETO COMPARTILHAR
Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

Relação dos Habitantes do Distrito do Senhor dos Passos em 1831
Termo da Vila de São Carlos de Jacuhy , Sul do Estado de Minas Gerais , Bras
Fonte : Documento 03 Caixa SP-PP14
Arquivo Publico Mineiro


Transcrito por Décio Martins de Medeiros
A Relação dos Habitantes do Distrito da Capella do Senhor dos Passos ,
da Freguesia de São Sebastião da Ventania ,
Termo da Villa de São Carlos de Jacuhy , datado de 17 de janeiro de 1832 ,
assinado por Joaquim da Silva Borges ( Juiz de Paz Suplente)
é o primeiro "censo" feito no local e mostra uma relação com nomes ,
cor , condição de liberto , idade , estado civil e ocupação , de 1792 habitantes
sendo 1183 livres e 609 escravos , vivendo em 254 fogos , di...

0 Comentários|304 Visitas|Ver artigo integral
Memórias de famílias:OCUPAÇÃO DO SUL DE MINAS GERAIS
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:21

A OCUPAÇÃO DO SUL DE MINAS

Dados Históricos

A região fronteiriça com o Estado de São Paulo, que hoje compreende o sul de Minas Gerais e onde se situa a cidade de Cássia, foi descoberta em meados do XVIII, quando se descobriu ouro nas regiões dos rios Sapucaí e Verde.
Antes da descoberta oficial das minas de Cabo Verde (1), assim como de outros centros de mineração no sul de Minas (2), aquela região já havia sido explorada pelos paulistas em suas entradas e bandeiras e atraído moradores que se aglomeraram e criaram povoados.
Um histórico sobre a cidade de Campanha (3) relata a existência de um “... quilombo imenso, formando vários povoados...”, que “... ficava entre o rio Grande e o rio das Mortes, no ponto onde existe hoje Jacuhy...” (4). Sobre a existência deste quilombo, que foge dos modelos tradicion...

0 Comentários|191 Visitas|Ver artigo integral
Notícias locais:HISTORICO ADMINISTRATIVO DE PASSOS
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 25 de Out de 2011 20:19


Histórico Passos,Minas Gerais - MG

O primeiro nome do hoje importante município sul-mineiro foi Capoeiras, por estar, aquela época, situada a povoação dentro de uma densa capoeira. O segundo nome – Vila Formosa do
Senhor Bom Jesus dos Passos – foi dado ao antigo arraial das Capoeiras em virtude de o alferes João Pimenta de Abreu, devoto do Senhor Bom Jesus dos Passos, haver erigido o primeiro
templo nesta cidade, em cumprimento de uma promessa, tendo por orago aquele santo. Mais tarde o nome foi simplificado para passos.
Os primeiros desbravadores da região foram os alferes João Pimenta de Abreu e seus parentes, os quais ali se fixaram, atraídos, sobretudo, pela topografia, fertilidade do solo e
existência do ouro às margens do rio Grande. Em 1823, já era grande o povoado, quando Domingos Vieira de Souza e Joaquim Lopes da Silva construíram as suas fa...

0 Comentários|16 Visitas|Ver artigo integral
Histórias familiares:FAMILIA LEMOS, CANDEIAS MINAS GERAIS, BRASIL
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 19 de Set de 2010 17:54

Manoel José Lemos

O Major Manuel José Lemos foi um tronco que originou uma quantidade enorme de descendentes, a maioria deles fixada no sudeste do Brasil. Não existem registros de ascendencias mediante pesquisas certificadas. O pesquisador genealogico welfare joele Pinto, encontrou um documento de registro de empregados na fazenda de João Pimenta de Abreu que aponta os pais de Manoel Jose Lemos que são brasileiros de Candeias sendo a mãe escrava. Não existe ascendencia estrangeira. O documento já está certificado e aguardando comparativo de caligrafia do dono da fazenda. O documento foi doado ao pesquisador, não será publico e apresentado somente a historiadores e pesquisadores credenciados em entidades correlatas.

Candeias, Minas Gerais, cerca de 1800

Existe uma estoria de como o Major Manuel José Lemos veio para o Brasil e pouco se sabe. Fala-se de três irmãos (sem comprovação cientifica e historica) que foram para o Pará, Rio de Janeiro e Minas Gerais. NENHUM DOCUMENTO CONFIRMA A ESTORIA..

Na expedição de Cabral ao Brasil, aquela que chegou em Porto Seguro dia 21 de abril de 1500, estava Gaspar de Lemos responsavel pelos mantimentos da expedição e detentor do brazão que hoje se atribui aos Lemos.

Brasão de armas de Gaspar de Lemos: Vermelho, com cinco cadernas de crescente de ouro, postas em sautor. Timbre: uma águia de vermelho, armada de ouro carregando do peito a caderna do escudo e assentada sobre ninho verde.

Embora as fontes não citem as origens de Gaspar de Lemos, alguns livros utilizam as armas da família Lemos para ilustrar verbetes sobre ele.

Voltando aos tempos atuais, em 1974, Domiciano José Lemos foi a Portugal. Fora visitar uma pequena cidade serrana, próxima à capital Lisboa, Sintra, e lá conheceu o Paço de Sintra, uma construção da Idade Média. Em uma sala estavam no teto os 72 brasões da nobreza portuguesa, e entre eles, o dos Lemos. "Depois, comprei em uma livraria que fica anexa ao Paço, o Armorial Lusitano, de onde se fez estas cópias do brasão que conhecemos hoje", relatou Domiciano.

ONDE ESTÃO

Nesta história, começando pelo Major e suas duas esposas, a família, hoje com grande quantidade de membros, está espalhada em cidades no Brasil.

0 Comentários|129 Visitas|Ver artigo integral
Genealógia:PEQUENA HISTORIA DE MINHA ARVORE GENEALOGICA
Publicado por: WELFARE JOELE PINTO em 20 de Maio de 2010 09:35

Com a palavra: Welfare Joele Pinto

NASCIMENTO, CRESCIMENTO, DESENVOLVIMENTO E MOTIVAÇÃO PARA PESQUISA GENEALÓGICA.

A motivação para a genealogia é algo muito pessoal. Vejam como foi comigo.

Sou WELFARE JOELE PINTO, descendente de imigrantes Italiano-Albaneses – origem Cavalerizzo e Rovere Veronese, por parte de Mãe (Joele, Bicego, Melicchio, La Pietra, Soriano, Caparelli, Zambelli,Vinco di Benigno) http://www.comuni-italiani.it/023/067/, http://www.youtube.com/watch?v=T67SdvnwX58) e, por parte de pai Alemães e Portugueses (Stockler, Pinto)

Tive uma infância muito feliz e, depois de 53 anos fora da minha cidade natal (saí de lá quando tinha +-10 anos), voltei para Passos, Minas Gerais-BR, para ficar ao lado de minha mãe que estava doente. Comigo voltaram também minha esposa, duas filhas, dois netos, a sogra, o Pingo e Duda (os poodles). Estou feliz porque estamos todos juntos.

Família de Welfare Joele Pinto

Mudar é sempre um recomeço: de comportamentos, de atitudes, de visão e até de vida. Altera nosso emocional, vem as ansiedades pelo novo e, como estava ‘voltando para casa’ revigoram as lembranças dos parentes, da casa em que nasci, da casa dos avós, da praça e “causos”, da Itália, contados pelos avós Genaro e Marina.

Na infância não costumamos perguntar de onde vieram nossos avós, quem eram e de onde vieram os bisavós e nossos sobrenomes. Estes questionamentos vieram mais tarde e fizeram crescer a minha motivação pela genealogia, que para ter êxito, tem que ter instrumentos/aplicativos que ajudem a estruturar, organizar, tabular, catalogar e registrar informações e dados colhidos. Tive sorte ao identificar o site meusparentes.com.br que é uma boa ferramenta para o que eu já estava planejando. Não adianta somente vontade, pois planejamento e organização são os pontos fortes do trabalho em genealogia.

Esta fase de coleta e registro é muito enriquecedora mas nos mostra também a fragilidade da guarda das informações sobre nossos antepassados. Exemplo: Meu avô por parte de pai morreu em 1951 e as pessoas da cidade conheciam e se lembram do “Seu Chiquinho: professor, gente boa, correto, prestativo, amigo”. Mas comecei a perguntar sobre ele, os pais dele, de onde eram e … ninguém sabia!

Alertado por este fato pensei que o mesmo poderia estar acontecendo com outros parentes! Então, Iniciei minha arvore, fiz um login no site, criei perfil de meu nome, familiares mais conhecidos, fui colocando novos parentes e em seguida:

  • Perguntando e conversando com parentes conhecidos;
  • Identificando novos parentes;
  • Pesquisando nos cartórios para gerar provas;
  • Pesquisando em base de dados e arquivos de cemitérios;
  • Pesquisando na internet – Google, site dos mórmons, aba genealogia (+ de 50 locais de pesquisa) do meus parentes;
  • Descobrindo fotos e documentos de parentes e conhecidos;
  • Levando o celular com câmera para registrar parentes, fotos ou documentos – festas e encontros são ótimos para isto;
  • Muita conversa com pessoas que conheciam meus antepassados;
  • Identificando pessoas e parentes que poderiam ser parceiros nestas buscas como a Ana Bicego e o Ug, a Débora, Lilian, Selma, Nadia, Caetano, Maria Assunção Soares Maia, Leda etc.;
  • Redescobrindo parentes: primos como Alexandre Campbell Pamplona Stockler, Roberto Wilson Renault, Vico, Marcos Lemos, Lilian a prima linda (importante criar links).
  • E tudo isso usando muito telefone, muitos e-mails e muitas conversas.

Quando iniciei este trabalho minhas filhas falaram que era um negócio brega. Na época, eu pensava que 200 pessoas registradas me fariam ficar satisfeito e isto pode nos mostrar que não temos idéia do tamanho do processo macro que é a nossa genealogia.

Hoje tenho mais de 1660 perfis, 52 membros ativos na nossa árvore e agora quero aumentar o fluxo de entradas e pesquisas familiares, pois com isto chegarão novas informações, novas pessoas e novos relacionamentos. Impressiona como aumentaram os amigos verdadeiros!

Entro todo dia na árvore e audito cada registro, para manter o padrão (temos padrão), estou sempre no blog e fórum (onde falta participação) discutindo, criticando, procurando orientar e dar apoio a quem precisa. Problema no site? Envio imediatamente e-mail para correção!

Para boa Gestão, criei pastas no hotmail voltadas para meus “gerentes de ramos” (os 52 membros ativos): envio e-mails regularmente a cada semana apontando dicas, informando novidades do site, perguntando, solicitando participação e acertos nos perfis. Não tenho receio de ser chato, pois estou fazendo um bom trabalho comunitário.

As filhas, também, são gerentes de ramos e ainda têm opinião contraditoria. Elas são jovens e seu tempo é diferente. A idade vai lhes mostrar as grandes verdades.

A data de 1840 é o registro mais antigo de meus antepassados, meus bisavós e tataravós estão no perfil, com fotos, documentos, e se não fosse este meu esforço pessoal muitas memórias teriam se perdido. Atualmente estou muito satisfeito e me sinto um vencedor. Pensem comigo: MINHA HISTÓRIA PASSADA PODERIA ESTAR INCOMPLETA, FRAGMENTADA OU PODERIA TER SE PERDIDO, COMO O QUE QUASE ACONTECEU COM O MEU AVÔ.

SERÁ QUE VOCÊ NÃO TEM UM AVÔ OU PARENTE COM A HiSTÓRIA DO SEU CHIQUINHO? E AQUELAS FOTOS E DOCUMENTOS (fontes)? NÃO ESTÃO SENDO ESQUECIDOS NAS GAVETAS?

3 Comentários|89 Visitas|Ver artigo integral
Visitas
0036133
 
Lendo...
Lendo...